MUDANÇAS CLIMÁTICAS

O transporte é um setor chave tanto para o aspecto de mobilidade urbana e qualidade de vida como para as questões climáticas. Por exigir um intensivo consumo de energia, seja energia elétrica ou energia de origem fóssil (gasolina, diesel), as emissões de gases de efeito estufa tendem a ser altas.

No cenário internacional e especialmente no brasileiro, em que a matriz energética é baseada predominantemente em fontes de energia renovável, o metrô é o modal que apresenta os melhores indicadores de desempenho para um cenário de desenvolvimento de baixo carbono.

A alta capacidade de transporte do modal permite substituir meios de transportes poluentes e a melhoria da circulação. Ao não disputar espaço com os veículos nas vias, contribui para a diminuição do congestionamento, da lentidão do trânsito e consequentemente do consumo de combustível. Assim, induz o desenvolvimento regional de forma sustentável, ao promover a diminuição das emissões de gases de efeito estufa.