Biodiversidade no Metrô

Biodiversidade urbana é uma diretriz fundamental nos empreendimentos do Metrô de São Paulo. Nas áreas urbanas que sofrem alguma interferência com os traçados das linhas são desenvolvidas ações para compensar eventuais impactos, de forma a evitar a destruição de ambientes naturais ou reduzir suas consequências com projetos de compensação ambiental.

Veja as ações e iniciativas inovadoras do Metrô de São Paulo que somadas resultam em efetiva melhora da qualidade ambiental:

• Corredor Verde sob o elevado da Linha 15-Prata;
• Restauração ecológica de áreas degradadas no Parque Estadual Itaberaba,
• Construção sustentável da sede administrativa do Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo,
• Biovaletas e jardins de chuva, técnicas sustentáveis utilizadas em parceria com o LabVerde da FAU-US no Corredor Verde da Linha 15-Prata. As biovaletas beneficiam a infiltração das águas e promovem sua retenção, minimizando os eventos de picos de chuva/inundações. Ao serem associadas com os jardins de chuva, implantados com espécies da flora nativa, permitem o restabelecimento dos habitats para a fauna e o resgate da biodiversidade.
• Telhados verdes que vão ajudar a melhorar o microclima local nas futuras estações da Linha 15 – Prata.

Vídeo Dia Mundial do Meio Ambiente