NOTÍCIAS

METRÔ CELEBRA DIA MUNDIAL DE COMBATE À OSTEOPOROSE

Anualmente, mais de 200 mil mortes em decorrência de fraturas ósseas e um custo estimado de R$ 1,2 bilhão para a economia brasileira. Os dados da SBEM Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e da revista científica Journal of Medical Economics, respectivamente, demonstram alguns dos malefícios da osteoporose. A doença, muito comum no Brasil, é resultado da diminuição da massa óssea no corpo, fator que gera fragilidade nos ossos e facilidade de quebra.

O dia 20 de outubro marca a data em que se luta, mundialmente, pelo combate à condição; em São Paulo, os dias 20 e 21 devem marcar milhares de passageiros que passam por uma das estações mais movimentadas do Metrô: Luz. Das 8h às 17, o local recebe médicos da ABRASSO – Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo, numa parceria inédita com o Metrô. De forma gratuita, os profissionais presentes orientam a população. Eles também realizam testes e medições instantâneas com três máquinas de ultrassonometria do calcanhar - que atestam o número exato da densidade óssea do paciente, além de um questionário capaz de estimar probabilidades de fraturas.

 

SERVIÇO

Ação de conscientização sobre a osteoporose e diagnóstico

Data: dias 20 e 21 de outubro

Horário: das 8h às 17h

Local: estação Luz do Metrô