NOTÍCIAS

10/04/2019 - Metrô avança na velocidade de São Paulo no primeiro trimestre de 2019

No Metrô de São Paulo, o ano de 2019 começou com ótimas notícias. A nova gestão chegou e com ela os passageiros da Linha 15-Prata ganharam a ampliação do funcionamento do monotrilho nos deslocamentos diários entre Vila União e Vila Prudente. Já a partir de janeiro, o horário de atendimento das seis estações passou a ser das 4h40 até meia-noite e até 1h, aos sábados.

Sem perder tempo, a Companhia presenteou o paulistano no aniversário da cidade (25/01) com a liberação da entrada de animais de estimação de até 10 kg em toda a rede – desde que dentro de container específico e fora dos horários de pico. Essa era uma reivindicação antiga dos passageiros e foi prontamente atendida.

E não parou por aí. Com a determinação de não ter nenhuma obra de metrô parada na cidade, a Companhia assinou o contrato de continuidade dos serviços de quatro estações - Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus - da Linha 15-Prata. A previsão é que as obras sejam concluídas ainda neste ano, com ciclovia e paisagismo ao longo de toda a rota do monotrilho, logo abaixo das vias suspensas. Também foi assinado contrato para o início da construção da estação Jardim Colonial e as obras serão iniciadas nos próximos dias. A entrega da estação está prevista para 2021, levando o monotrilho da zona leste a ter 15 km e 11 estações.

No mês de março, fizemos a concessão à iniciativa privada de toda a operação da Linha 15. O consórcio ViaMobilidade-Linha 15 venceu o leilão e vai operar a linha pelos próximos 20 anos.

Com o novo estilo de gestão, ainda em março, a obra do outro monotrilho, o da Linha 17-Ouro, também teve evolução importante. O Metrô iniciou o processo de rescisão contratual com o consórcio CMI, responsável por sistemas, vias e o fornecimento de trens. Essa iniciativa abre espaço para que um novo consórcio seja contratado e as obras avancem. A construção da linha 17-Ouro, entre o Aeroporto de Congonhas e a estação Morumbi, da Linha 9-Esmeralda da CPTM, segue em andamento, mas ganhará novo ritmo a partir dessa importante decisão administrativa.  

Além disso, o Metrô deu um passo importante para permitir a prestação de consultoria a outros estados e até outros países, aproveitando o conhecimento adquirido ao longo de cinco décadas.

Isso é possível com a recente criação de uma diretoria comercial, que entre outras atribuições será responsável pela Metrô Consulting. A expertise do Metrô é mundialmente reconhecida no planejamento, construção e operação. Nesse processo de modernização de suas atividades, a companhia busca com essas inciativas ampliar as receitas não tarifárias.

Nesse contexto, o Metrô lançou o edital de concessão de 13 terminais de ônibus, anexos a algumas estações. A ideia é conceder a operação e administração dos terminais. Além disso, será possível explorar a área comercialmente.

Abril foi o mês de inauguração da estação Campo Belo, concluindo a expansão da Linha 5-Lilás. São 17 estações em 20 km, ligando o Capão Redondo à Chácara Klabin. Ao concluir a obra e descerrar a placa, o Governo do Estado lançou o compromisso de iniciar formalmente o projeto de ampliação da linha até o Jardim Ângela, no extremo sul de São Paulo.