NOTÍCIAS

No dia Mundial Sem Carro Metrô exibe vídeo que mostra seus benefícios ambientais e sociais

Metrô emite 20 vezes menos gases do efeito estufa que um automóvel à gasolina; seu funcionamento gera R$ 7 bi de economia à São Paulo

Na próxima quarta-feira (22), Dia Mundial Sem Carro, o Metrô vai exibir vídeos nos trens e estações relembrando que é o sistema de transporte mais adequado ao meio ambiente, que é movido a energia elétrica emitindo 20 vezes menos gases do efeito estufa que um carro à gasolina.

Os vídeos estarão nos monitores da TV Minuto - dentro dos trens das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha – e nos monitores e painéis eletrônicos da JCDecaux, espalhados pelas plataformas e mezaninos das estações.

Os dados são de um levantamento do Metrô que aponta a emissão média de cinco gramas de CO2 para transportar um passageiro a cada quilômetro, enquanto um carro movido à gasolina emite 101 gramas e um ônibus a diesel na cidade de São Paulo gera 91 gramas.

Ao longo de todo ano de 2020, o funcionamento do Metrô evitou a emissão de 538 mil toneladas de poluentes e gases do efeito estufa, incluindo CO2. O levantamento mostra também os benefícios sociais gerados pelo Metrô, como reduções do tempo de viagem, de consumo de combustíveis e de acidentes. Se traduzidos em valores, esses benefícios geram economia de R$ 7 bilhões.

O balanço social considera como a mobilidade das pessoas na cidade seria modificada sem a operação do Metrô. Os passageiros teriam que se deslocar por outros meios de transporte, com parte da migrando para os ônibus e outra parte utilizando automóvel e motocicleta.

O resultado seria o aumento da frequência de viagens por esses modos, aumentando congestionamentos, tempos de viagem e do consumo de combustíveis, além dos custos operacionais adicionais dos veículos e da operação e manutenção de vias. Também haveria aumento no número de acidentes de trânsito e da poluição atmosférica, impactando na saúde e qualidade de vida da população.