PROGRAMAÇÃO DA LINHA DA CULTURA

SÃO PAULO É TUDO DE BOM – SEUS 463 ANOS TAMBÉM

SÃO PAULO É TUDO DE BOM – SEUS 463 ANOS TAMBÉM | ESTAÇÃO PARAÍSO – 10 a 31

São Paulo é uma grande metrópole, de múltiplas culturas, faces, tribos e povos. Sua imensidão é tão profunda quanto sua interconexão.
Cidade de redes e contatos, está sempre de braços abertos aos paulistanos e visitantes que desejam desbravar um destino de pluralidade e peculiaridades.
A exposição "São Paulo é Tudo de Bom, Seus 463 Anos Também" traz essa diversidade aos usuários do Metrô, com cliques dos fotógrafos Gregory Grigoragi, Ken Chu e André Stéfano e direção de arte de Fernanda Martinez. São sugestões de passeios próximos às estações em um universo de curiosidades.
Aproveite! Afinal, São Paulo é Tudo de Bom!

Patrocínio: Canon
Apoio: São Paulo São
Realização: São Paulo Convention & Visitors Bureau


Programação

AVENTURAS PELO MUNDO

Pretendemos observar o mundo pelo olhar do ser humano, posicionado no centro do palco da vida percorrendo os cantos todos do planeta, percebendo tudo enquanto casa, e cada passo e ação como aventura eterna de viver e confrontar os limites da existência.

Apoio: Instituto 77
Realização: World Adventure Society - http://worldadventuresociety.org
Patrocínio: Canon


RECICLA PNEUS

A exposição mostra o trabalho de Daniel Beato, a partir de pneus sem utilidade. Batizado de "Arte em Pneus", o artista utiliza o material para transformar o que seria descartado em obras de arte sustentáveis e com novas funções e estilos. Além do conceito sustentável, os objetos agregam valor à inovação e ao bom design.

Patrocínio: Bridgestone
Realização: Cultura Sustentável - www.culturasx.com.br


DIVERSIDADE DO MOSAICO PAULISTA

A 3ª edição da Exposição "Diversidade do Mosaico Paulista" retrata a arte do mosaico sob o olhar e técnica aplicada por vários artistas.
Desde as primeiras manifestações da arte musiva, no século III a.C., até os dias de hoje, o mosaico percorreu vários caminhos e linguagens e esta diversidade pode ser observada na peculiaridade da representação artística de cada obra.

Facebook: Mosaico Paulista
Realização: Mosaico Paulista - mosaicopaulista@gmail.com


ELAS do Metrô

A exposição mostra um pouco do cotidiano de algumas das funcionárias que fazem o maior metrô da América Latina funcionar. São mulheres que pegam forte no batente e mostram que trabalho pesado não é só para homem.

Fotógrafo: Léo Pinheiro
Realização: ONDDA.com – redacao@ondda.com - Uma plataforma de jornalismo colaborativo voltado à mulheres e diversidade / C41 Estúdio – contato@c41estudio.com.br Estúdio de fotografia com curadoria do premiado fotógrafo Léo Pinheiro


ÀS VEZES FALAMOS

Ao longo dos anos de 2015 e 2016, Ricardo fotografou os subúrbios de Nova York, sempre fazendo uso das linhas e plataformas elevadas do metrô e trens metropolitanos, para observar a dinâmica urbana e escolher as situações e ângulos a serem "capturados". Em seu trabalho, Ricardo busca aspectos genuínos da vida diária, representações do ordinário e vestígios de resistência em uma sociedade altamente forjada pelo capital.

Fotógrafo: Ricardo Ribeiro - ricardo@ricardo-ribeiro.com
Apoio: Jacarandá Montagens - jacarandamontagens.com.br


INFORMASAMBA

A exposição apresenta informações sobre o Carnaval paulistano. O conteúdo básico mostra o funcionamento da folia de momo, que a cada ano tem se superado no glamour de seus carros alegóricos, na beleza de suas fantasias coloridas, na organização, na logística do evento, na criatividade de seus carnavalescos e no crescimento de audiência na mídia.

Parceria: Sincoplastic / Casa Castro / Palácio das Plumas / Buffet Manaus
Apoio: André Stéfano / Cláudio Lira / Haroldo Nogueira / Marcelo Srougi / Sílvio Viana
Realização: Mara Porto / Maurício Coutinho - mauricioimprensa@yahoo.com.br


SÃO PAULO MEU AMOR

A exposição mostra a beleza das construções do centro de São Paulo influenciada pela cultura europeia, em que pode ser notada a interferência nas edificações e faz lembrar cidades como Londres, Paris, Berlim e algumas italianas.
A mostra traz otimismo no processo de recuperação e resgate de tempos gloriosos desta majestosa e elegante parte da cidade.
Ao caminhar pelo centro, o artista ficou encantado com a arquitetura dos prédios, em especial as do triângulo histórico, o que levou a conhecer a "Associação Viva o Centro", entidade especializada em passeios turísticos pela região. O projeto tomou corpo e propósito para homenagear esta querida cidade.

Artista: Eduardo Marques de Jesus - www.edudasaguas.com.br
Apoio: Associação Viva o Centro / Restaurante Cama & Café São Paulo
Idealização: José Maria dos Santos


RESPIRA SP 2016 – O FEMININO NA CIDADE

A exposição conta com a participação de 63 fotógrafos, entre profissionais e amadores, que foram a campo registrar em imagens mulheres ou situações que remetem ao universo feminino na cidade de São Paulo.
Entre os fotógrafos figuram Arza Rose Steinmetz, Eduardo Muylaert, Fernando Louza, Helô Mello e Mariana Seber. Entre as mulheres fotografadas estão Anna Muylaert, Luiza Trajano, Dagmar Garroux, Ana Paula Padrão, Teté Ribeiro e Estela Renner. Segundo Valkiria Iacocca, idealizadora do projeto, "Os temas sugeridos contemplam mulheres que desempenham várias atividades, como: empresárias, profissionais da saúde e educação, esportistas, artistas, celebridades em geral, donas de casa, moradoras de rua, idosas, jovens, adolescentes e outras, principalmente mulheres que vivem intensamente a cidade de São Paulo."

Apoio: Vult / SOS Mata Atlântica / Fundação Marcos Amaro / burkhardt leitner / Metrô de São Paulo
Criação: Valkíria Iacocca / Thais Degiovani
Realização: Iacocca Arte e Cultura / Noi / Canon / Blu Estúdio


CULTURA DE PAZ NO MOVIMENTO HIP HOP

A exposição é o resultado do trabalho de 18 grafiteiros convidados do Encontro Paulista de Hip Hop, para expressar com arte os princípios de paz apresentado à ONU em 2001.

Apoio: Globo
Realização: Governo do Estado de São Paulo / Secretaria da Cultura


Vitrines
VITRINE DE IKEBANA VITRINE DE IKEBANA Estação Liberdade - de 01 a 31 A vitrine, instalada desde 1/12/1993, expõe arranjos de Ikebana produzidos pela Associação de Ikebana do Brasil, que são trocados semanalmente (terça-feira) para acompanhar a durabilidade das plantas.
Realização: Associação de Ikebana do Brasil - Metrô de São Paulo
VITRINE DE FIGURINOS DE ÓPERAS VITRINE DE FIGURINOS DE ÓPERAS Estação Marechal Deodoro - de 10 a 31 Exposição do figurino de "Dulcineia", interpretado pela soprano Luisa Francesconi.
A vestimenta foi usada na ópera "Dom Quixote" – ópera em cinco atos de Jules Massenet.
O espetáculo esteve em cartaz no Theatro São Pedro e no Theatro Municipal do Rio de Janeiro em março-abril de 2016. Foi uma homenagem aos 400 anos da morte de Miguel de Cervantes.
A direção musical e regência foram de Luiz Fernando Malheiro e o figurino assinado por Fábio Namatame.

Apoio: Metrô de São Paulo
Parceria: Theatro São Pedro
Realização: Instituto Pensarte - www.pensarte.org.br
DOBRADURAS DE PAPEL, PÁSSAROS E FLORES EM CLIMA DE VERÃO DOBRADURAS DE PAPEL, PÁSSAROS E FLORES EM CLIMA DE VERÃO Estação São Bento - de 01 a 31 - Vitrine São Bento A exposição agrupa um conjunto de pequenas esculturas do artista plástico Paulo Palma. Executadas a partir da técnica conhecida como Origami, trazem na essência a arte de dobrar o papel. Estas dobraduras vão dando forma a bichos, flores e muitas possibilidades capazes de nos surpreender pela simplicidade do material utilizado.
Artista: Paulo Palma - paulorobertopalma31@gmail.com - www.origamipaulopalma.com.br
Curadoria: Jessie Palma
Patrocínio: Shopping do Acrílico - www.shoppingdoacrilico.com.br

Apresentação

TICO PEREIRA INSTRUMENTAL TICO PEREIRA INSTRUMENTAL ESTAÇÃO REPÚBLICA – dia 20, às 17 horas A apresentação do guitarrista Tico Pereira é composta de músicas próprias e instrumentais, recheadas de improviso e interpretação.
Suas composições misturam rock, jazz, funk e psicodelia. Acompanhado do baixista Júlio Kniss e do baterista Felipe Freitas, Tico leva entretenimento e bom gosto a todos.

Artista: Tico Pereira - ticopereiramusic@gmail.com / soundcloud.com/tico-pereira
Apoio: Personalização Vergueiro

Parcerias com Museus
FILHOS DE DEUS FILHOS DE DEUS Estação Tiradentes - de 25 a 31 | Museu de Arte Sacra - Sala Metrô Tiradentes Artista: Daniel Taveira
Curadoria: Jorge Brandão
Realização: Governo do Estado de São Paulo / Secretaria da Cultura / Secretaria dos Transportes Metropolitanos / Metrô de São Paulo / Museu de Arte Sacra / Associação Museu de Arte Sacra de São Paulo (SAMAS)
ESPELHO TARKOVSKI Estação Santa Cruz - de 01 a 31 | Vitrine Lasar Segall Em homenagem aos 30 anos da morte do importante cineasta russo Andrei Tarkovski, serão exibidas 21 imagens fotográficas dos principais longas do diretor, como Solaris, O Espelho, Stalker e Nostalgia.
Para o diretor o significado do cinema é "justapor uma pessoa a um ambiente ilimitado, confrontá-la com um número infinito de pessoas que passam perto e longe dela, relacionar uma pessoa ao mundo inteiro".

Realização: Museu Lasar Segall - Metrô de São Paulo
ARQUIVO NO TRIANON-MASP Estação Trianon-Masp - de 01 a 31 - Vitrine do Masp Em sua terceira edição, o programa Arquivo no Trianon-Masp exibe duas imagens históricas. Uma das fotografias, pertencente à Biblioteca e Centro de Documentação do MASP, é a "Vista da exposição Cem obras-primas de Portinari, com expografia de Lina Bo Bardi [View of the exhibition One Hundred Masterpieces by Portinari, with exhibit displays by Lina Bo Bardi], MASP, 1970; e a outra pertencente ao acervo do Instituto Moreira Salles é a "Vista da exposição A mão do povo brasileiro, projeto de Lina Bo Bardi [View of the exhibition The Hand of the Brazilian People, project by Lina Bo Bardi], MASP, 1969; fotografia [photography] Hans Gunter Flieg/Acervo Instituto Moreira Salles".
Realização: Metrô de São Paulo e MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand
CAIO, MON AMOUR Estação República - de 01 a 31 - Museu da Diversidade Sexual O Museu da Diversidade Sexual, equipamento cultural do Governo do Estado de São Paulo, inaugura a exposição "Caio, Mon Amour", uma homenagem à vida e obra do autor Caio Fernando Abreu.
Além de fotos e textos de Caio e uma linha do tempo com sua vida e obra, a exposição conta ainda com uma série de atividades interativas, como poemas destacáveis de autoria dele para os visitantes levarem de recordação ou presentearem alguém. Também fazem parte da mostra: um mimeógrafo - no qual poderão ser impressos poemas do autor - e uma máquina de escrever antiga, com a qual o público poderá produzir seus próprios poemas, bem como uma parede com palavras em ímãs, com as quais poderão ser criados poemas temporários.
"Caio, Mon Amour" conta ainda com ensaios fotográficos de Marina Novelli inspirados em contos de Caio Fernando Abreu, além de projeções de trechos de um filme sobre o poeta. Dentro do museu será feita uma ambientação de boate dos anos 80, na qual ficarão dependurados poemas de Caio.

Curadoria: Paula Dip
Expografia: Zol Design
Execução: APAA / Museu da Diversidade Sexual
Realização: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

Mostras Fixas
O METRÔ E SEUS BAIRROS IPIRANGA:
O BAIRRO DO GRITO!
Estação Alto do Ipiranga Apoio: Adhemir Fogassa Maquetes
Realização: Metrô de São Paulo
O METRÔ E SEUS BAIRROS SANTO AMARO Estação Largo Treze Realização: Metrô de São Paulo
O Bonde em Santo Amaro Estação Adolfo Pinheiro Realização: Metrô de São Paulo